sexta-feira, 15 de abril de 2011

PAGINA 01 corrigida PAGINA 02 e uma previa da PAGINA 03

São Paulo
Uma hora e quinze minutos depois.


O celular vibrava na mesa do escritório insistentemente há pelo menos 15 minutos, na sala enfumaçada de fumaça de cigarros e charutos ele olhava a luz do visor piscando e cortava a ligação, a luz baixa não deixava enxergar os rostos dos outros participantes da reunião por traz das nuvens de fumaça. Então o celular piscou e vibrou mais uma vez, muito irritado ele pegou o celular e o olhou o nome no visor, fez uma cara de surpresa e resolveu atender.

 - Já falei para não me ligar nesse numero – falou ele irritado, mas quase aos sussurros.
 - Desculpe senhor, mas é uma emergência – quase suplicou a vez do outro lado da linha
 - O que pode ser tão importante assim pra interromper minha reunião.
 - É que alguém invadiu o computador da sua casa... – ele foi interrompido.
 - Mas como? – disse ele gritando e socou a mesa. Ele se levantou e se afastou da mesa de reunião.
 - Não sabemos ao certo como senhor sabemos somente que o endereço do invasor vem do mesmo condomínio que o senhor mora.
O telefone então ficou mudo por alguns segundos...
 - Aquele filho da p... – mais alguns segundos de silencio, então ele completa – quero que mandem nossos melhores homens e acabem com aquele marginalzinho.

A ligação foi encerrada...

***** 01 *****
                          
São Paulo.
Doze horas antes.

  Ele passava entre os carros tão rápido que pareciam parados. Não era uma moto qualquer e  todos viravam a cabeça quando viam uma Ducati 848 vermelha passando tão rápido que poucos reconheciam o modelo da moto. Ele cruzava as avenidas e passava pelas ruas como se não houvesse carros, motos ou pessoas, e em menos de 10 minutos ele entrou pela portaria do condomínio de altíssimo padrão, no bairro do Morumbi, em que vivia desde que nasceu, reduziu e parou a moto em uma garagem que parecia um sonho de qualquer mortal, e que ele havia conquistado com apenas 19 anos. Um Chevrolet Camaro 2010, um Volkswagen Jetta 2009, um Puma gtb 1975, e uma Harley Davidson sportster 2011, parou a Ducati e fechou a garagem sem olhar para fora. Subiu as escadas que davam para uma sala enorme que ele se orgulhava de ter mobiliado, era moderna em alguns moveis e quadros clássicos nas paredes, para ele a mistura perfeita. Entrou no escritório com poucos moveis e muito espaço, era uma sala grande com moveis negros e modernos, uma televisão de 50 polegadas na parede em frente a mesa onde haviam 3 telas de computador e todo tipo de aparelhos eletrônicos conectados a um servidor que não havia sido desligado desde a instalação, ele se sentou, movimentou o mouse e as telas se acenderam instantaneamente, uma das telas mostrava as cotações de ações em todas as bolsas de valores do mundo, na outra tela sua vida social agitada em vários perfis de redes sociais mais usadas pelos adolescentes, janelas de bate papo piscavam e chamavam sem parar. Na terceira tela – a mais utilizada – seu instrumento de trabalho, ele então começou a digitar códigos e algoritmos e o computador parecia falar com ele, pedindo mais códigos e cada vez mais letras e números iam surgindo na tela, digitava rapidamente tamanho era seu conhecimento e habilidade com o computador, os olhos fixos na tela, digitando sem olhar para o teclado ele pensou  – esses sistemas de segurança, estão cada vez mais fáceis, ou eu estou cada vez melhor – e ele sorriu sozinho ao conseguir invadir mais um sistema de segurança e roubar mais alguns dólares de algum milionário que ele nunca viu e provavelmente nunca verá.
  Era assim que ele ganhava a vida, de dentro da sua casa ele invadia contas bancarias quase sempre de quem tinha tanto dinheiro que provavelmente não perceberia a falta de alguns dólares em suas contas. Tudo começou como lazer, Fred como era chamado pelos amigos e conhecidos nas redes sociais aos 15 anos conheceu a informática e se apaixonou pelos computadores, primeiro pelos jogos, depois por programação e aos 17 anos já dominava tudo que se podia saber sobre criação e desenvolvimento de softwares e sites que se podia saber. Recusou investida de varias empresas de desenvolvimento de sistemas por achar desprezível cobrar por programas de deviam ser de domínio publico.


***** 02 *****


  Hoje com 19 anos Frederico Botelho Neto, é um hacker respeitado no underground da internet e um programador requisitado no mundo das empresas de tecnologia mais respeitada do Brasil. Uma vida social agitada, entre festas e boates, quase todas as noites Fred passava a noite com uma mulher diferente e naquela noite não tinha sido diferente. Levantou cedo pois era o melhor horário para invadir as contas dos milionários da Suíça em uma quinta-feira eram 9:20 da manha quando terminou seu saque diário e se levantou para tomar um café da manha, passou pela sala e foi em direção a cozinha quando o celular tocou em seu bolso, ele pegou e viu no visor que era Paulo seu amigo.
 - alô ?....

***** 03 *****



7 comentários:

  1. ei galera essa pagina ainda sem muita ação é apenas a apresentação do "nosso herói"
    escolhi sao paulo por ter muitos condomínios de alto padrão e varia empresas de tecnologia o que da mais sentido ja que o personagem é um hacker e lembrando que ele ira passar por muitas partes do brasil durante a fuga
    VAMOOO GALERA COMENTEM A VONTADE

    ResponderExcluir
  2. Nossa bem legal.. realmente gostei de ler esta história.. ;D realmente não tem mta ação.. mais o enredo é bem bacana!! Dorei.. Beziitos.. Thais SOuza.. http://thaishsouza.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Interessante seu blog, sempre que der vou vir aqui para conferir. :D

    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  4. muito bom cara
    va em frente!
    parabens mesmo

    http://edducamargo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Vai ter continuação???
    quero ler!
    Gostei do texto. Só achei as letras pequenas e com pouco contraste do preto no azul - doeu meus olhos.
    Vou te seguir, quero saber como isso vai terminar.
    Também posto textos literários no meu blog (avesso do espelho), entre contos, poesias, pensamentos e fragmentos de livros (meus).
    Se gostar de ler, passa lá.
    BOm FDS,
    Abraços!!!
    http://redutonegativo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esta história é brutal! Você escreve mesmo bem! Adorando seu blog e seguindo!

    Adoraria se também me seguisse:

    http://questoesdefutebol.blogspot.com/

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  7. Achei seu blog mt interessant e estou seguindo-o!

    qnd tiver um tempinho, de uma passadinha no meu?


    bjooos

    http://cabecafeminina.blogspot.com/

    ResponderExcluir